[email protected] uxxZud)RfL@T2!DAOQGuN)er
Categorias

Blog: Como desenvolver um programa de voluntariado de sucesso

O voluntariado empresarial é uma prática que consiste no envolvimento de colaboradores de uma empresa em atividades de interesse social, dentro ou fora do horário de trabalho.

Essa prática tem se tornado cada vez mais comum, pois oferece diversos benefícios para a empresa, para os colaboradores e para a comunidade.



Benefícios do voluntariado empresarial para a empresa

Para a empresa, o voluntariado empresarial oferece os seguintes benefícios:

1 – Aumenta a motivação e o engajamento dos colaboradores: O voluntariado empresarial pode ajudar a aumentar a motivação e o engajamento dos colaboradores. Quando os colaboradores se envolvem em atividades de interesse social, eles se sentem mais realizados e motivados no trabalho.

2 – Contribui para o desenvolvimento de habilidades e competências: O voluntariado empresarial pode contribuir para o desenvolvimento de habilidades e competências dos colaboradores. Ao trabalhar em projetos sociais, os colaboradores podem desenvolver habilidades como trabalho em equipe, liderança, comunicação, gestão do tempo e resolução de problemas.

3 – Melhora a imagem da empresa: O voluntariado empresarial mostra que a empresa se preocupa com a comunidade e com o bem-estar social. Isso pode contribuir para melhorar a imagem da empresa junto aos clientes, aos fornecedores e à sociedade em geral.

Além disso, promove o relacionamento com a comunidade, valoriza o capital humano e constrói um ambiente saudável, em que as pessoas se sentem bem de trabalhar.

Benefícios do voluntariado empresarial para os colaboradores

Para os colaboradores, o voluntariado empresarial oferece os seguintes benefícios:

1 – Realização pessoal: O voluntariado empresarial pode ajudar os colaboradores a se sentirem realizados pessoal e profissionalmente. Ao ajudar os outros, os colaboradores se sentem mais satisfeitos com suas vidas.

2 – Desenvolvimento de habilidades e competências: O voluntariado empresarial, como mencionado anteriormente, pode contribuir para o desenvolvimento de habilidades e competências dos colaboradores, além de estimular a capacidade de trabalhar com diferentes pessoas, opiniões e culturas.. Isso pode ser benéfico para a carreira dos colaboradores.

Leia também: Cultura de aprendizagem, o colaborador como protagonista da sua carreira

3 – Ampliação da rede de contatos: O voluntariado empresarial pode ajudar os colaboradores a ampliar sua rede de contatos e se desenvolver. Isso pode ser benéfico para a carreira dos colaboradores e para sua vida pessoal.

Também pode ser um diferencial no currículo da pessoa e uma forma de se exercitar a solidariedade e cidadania e praticar a empatia e compaixão.



Benefícios do voluntariado empresarial para a comunidade

Para a comunidade, o voluntariado empresarial também gera benefícios:

1 – Melhora a qualidade de vida: O voluntariado empresarial pode contribuir para melhorar a qualidade de vida da comunidade.

Ao realizar atividades sociais, os colaboradores podem ajudar a resolver ou minimizar problemas sociais, como pobreza, desigualdade e exclusão social.

2 – Promove a solidariedade: O voluntariado empresarial promove a solidariedade e a cooperação entre as pessoas. Ao trabalhar juntos em prol de um objetivo comum, os colaboradores podem construir uma comunidade mais solidária e cooperativa.

3 – Fortalece os serviços e ações, otimizando os recursos materiais e humanos, ao trazer novos saberes, talentos, conhecimentos para a comunidade.

Leia também: O desafio do “S” na cultura ESG




Dicas para desenvolver um programa de voluntariado de sucesso

Para desenvolver um programa de voluntariado de sucesso, é importante seguir algumas dicas:

1 – Defina objetivos claros: O primeiro passo é definir objetivos claros para o programa de voluntariado. O que você deseja alcançar? Qual será seu foco? Você deseja melhorar a imagem da empresa, aumentar a motivação dos colaboradores ou contribuir para o desenvolvimento da comunidade?

2 – Identifique as necessidades da comunidade: Depois de definir os objetivos, é importante identificar as necessidades da comunidade. Quais são os problemas sociais que a comunidade enfrenta? Quais são as organizações sociais que estão trabalhando para resolver esses problemas?

3 – Escolha projetos relevantes: Escolha projetos que sejam relevantes para os objetivos do programa e para as necessidades da comunidade. Os colaboradores devem se sentir motivados a participar dos projetos.

4 – Comunique-se com os colaboradores: Comunique-se com os colaboradores sobre o programa de voluntariado. Explique os objetivos do programa, os projetos disponíveis e como os colaboradores podem se inscrever.

5 – Facilite a participação: Facilite a participação dos colaboradores no programa de voluntariado. Ofereça diversos tipos de atividades, que exigem habilidades diferentes, em horários flexíveis. Apoie o deslocamento do voluntário até o local da ação, se necessário.

6 – Recompense e reconheça os colaboradores: Recompense os colaboradores que participam do programa de voluntariado. Isso pode ser feito de várias maneiras, como reconhecimento público, prêmios ou benefícios.

7 – Avalie o programa: Avalie o programa de voluntariado regularmente. Isso ajudará a identificar o que está funcionando bem e o que pode ser melhorado.

Leia também: O poder das conexões e como cuidar melhor das relações


Como o grupo Algar trabalha o Voluntariado

Contribuir para construir um futuro melhor nas comunidades em que faz parte, é um dos objetivos do grupo Algar. E uma das principais formas pela qual este propósito é colocado em prática é através do programa de Voluntariado do Instituto Algar.

Ele visa incentivar e criar oportunidades para que os associados do Grupo participem de ações sociais e, por meio do gesto, ajudem na construção de uma sociedade melhor.

O Instituto Algar atua apoiando e fazendo o direcionamento das atividades executadas pelos milhares de associados voluntários, que contribuem com o programa nas diferentes partes do Brasil e na América Latina.

Para isso, conta com a cooperação também de líderes e colíderes sociais que organizam e gerenciam as atividades executadas, além de ajudar a ampliar o alcance de nossas ações e aumentar nossa corrente do bem. Ao todo, já são mais de 3.000 algarianos participando do programa e esse número não para de crescer.

Gostou desse conteúdo? Então ouça o AlgarCast #Ep20 A importância do S do ESG para as organizações

Por Carolina Toffoli, Gerente Executiva do Instituto Algar

Gostou?
Compartilhe!

Posts relacionados

Inscreva-se em
nossa Newsletter

Fique por dentro do nossos conteúdos!