Categorias

Eles descobriram a poliomielite e vivem o amor todos os dias

Casal com poliomielite abraçados.

Sabe aquele amor para a vida toda? A Eliana e o Roberto se conheceram por causa de um diagnóstico em comum: a poliomielite. A partir de então, decidiram viver e construir o seu estilo de vida juntos. Confira!

A vitalidade do amor

Eliana descobriu a poliomielite com 1 ano e 3 meses de vida, mas a doença nunca a impediu de viver os seus sonhos. Ela estudou e se formou em direito. Porém, quando estava no auge da sua vida, ela recebeu a notícia de uma segunda doença degenerativa.

Com o Roberto não foi diferente. Ele estava comandando um navio e começou a ter dificuldade para se equilibrar com o balanço em alto mar. Ele não esperou duas vezes e foi diagnosticar o acontecido, foi onde descobriu a síndrome do pós-pólio, que consiste em um grupo de sintomas que se desenvolvem anos ou décadas após o diagnóstico da poliomielite.


“A união deles forma uma força assim, é curativa também. Todas as vezes que eu estou na presença deles eu me sinto assim, mais iluminada, mais feliz, mais plena. É uma alegria que exala por todos os poros, né?!” Edith Carneiro – Amiga.

Eliana e Roberto se conheceram virtualmente e começaram a conversar por e-mail sobre os sintomas da doença. Eles foram se conhecendo, até que chegou um momento em que Roberto disse “Eu preciso te conhecer” e insistiu para ir ao encontro do amor da sua vida.

A partir disso, eles começaram do zero. Construíram uma nova vida, com hábitos novos, deixando para trás as suas diferenças e as questões de saúde, sempre levando em consideração o lado positivo da vida e, acima de tudo, a vitalidade do amor!“A união deles forma uma força assim, é curativa também. Todas as vezes que eu estou na presença deles eu me sinto assim, mais iluminada, mais feliz, mais plena. É uma alegria que exala por todos os poros, né?!” Edith Carneiro – Amiga.

Inspire Fundo

Conheça mais sobre a história da Eliana e do Roberto, que já inspirou milhares de pessoas a nunca desistirem do amor, independente das circunstâncias. Aperte o play, inscreva-se no canal e Inspire Fundo!

Gostou?
Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Posts relacionados

Perdi o emprego, e agora?

Ser demitido não é fácil pra ninguém, porém a longo prazo muitas pessoas acabam descobrindo que a demissão pode ser ter sido positivo para carreira.

Inscreva-se em
nossa Newsletter

Fique por dentro do nossos conteúdos!