Categorias

O que podemos aprender com o mundo das startups?

O mundo das startups é repleto de histórias de sucesso e de empresas inovadoras, que arriscaram muito e puderam revolucionar determinados mercados. Assim, muitas startups ditam as práticas e tendências do mercado atualmente e são referência em suas áreas.

Você pode pensar que esses exemplos não podem trazer aprendizados para outros tipos de empresa. No entanto, apesar das startups serem diferentes de outros tipos de negócio, elas podem promover aprendizados fundamentais para uma empresa que deseja ser bem sucedida. Não só para empresas pequenas, mas também de médio ou grande porte.

Por isso, vamos mostrar o que podemos aprender com o mundo das startups e de que forma essas empresas inspiram as outras a se sair cada vez melhor em suas atividades. Confira!

O que forma o mundo das startups?

Startups são empresas que começam com uma ideia muito boa, que atende a uma demanda reprimida do mercado. Além disso, elas têm um modelo de negócios escalável, que pode ser repetido e, quase sempre, com o auxílio da tecnologia.

Muitos aplicativos de transporte, de comida, ou mesmo empresas que vão do setor de aluguéis à área financeira começaram ou ainda são startups. Empresas assim participam da transformação digital de forma ativa, trazendo novas ideias e possibilidades de negócio.

As startups funcionam de maneiras diferentes de empresas tradicionais desde o seu começo. Dessa forma, ao longo de seu crescimento e expansão, sempre buscam contar com a inovação para enfrentar desafios e se manterem competitivas em um universo tão dinâmico quanto o empresarial.

Veja um pouco mais neste vídeo do Startse:[

Startups podem trazer aprendizados importantes que inspiram todos aqueles que desejam ver a sua empresa crescer por diferentes caminhos. Vamos ver alguns ensinamentos? 

O que o mundo das startups pode ensinar?

Agilidade

Ter agilidade na sua empresa é crucial para se adaptar às mudanças e corrigir erros. Certamente, no mundo das startups isso acontece com frequência. Sempre existe uma atualização de aplicativo ou uma política nova que essas empresas aprimoram com o passar do tempo.

Assim, as startups não ficam para trás diante da demanda dos clientes ou das inovações da concorrência. Pelo contrário: elas são ágeis o suficiente para ver o que podem melhorar e o que precisam corrigir de forma rápida. Isso permite ter ganhos mais rápido e, também, diminuir prejuízos com a mesma velocidade.

Troca de informações

Informação é um bem precioso que permite transformações inimagináveis. Quanto pode valer uma boa ideia para a sua empresa? Portanto, é fundamental estimular a criatividade e, principalmente, a troca de informações entre os colaboradores da sua empresa.

Quando todos ficam à vontade para dar ideias e conversar, surgem iniciativas que podem transformar práticas em uma companhia. Startups são ambientes que favorecem muito o surgimento de novas ideias, e isso só acontece porque todos gostam de trocar informações entre si ou mesmo com players do mercado.

Aprendizado contínuo

A troca de informações do tópico anterior é um dos exemplos do aprendizado contínuo que as startups praticam — e que você pode ter em sua empresa também. Aprender sempre e se desenvolver é algo que está no DNA dessas companhias, que sabem como é fundamental estar em constante evolução.

Até mesmo os erros são chances de aprendizado. Nesse sentido, a agilidade é fundamental também: aprenda rápido com os erros para não repeti-los. Mas não enxergue falhas como obstáculos que limitam o desenvolvimento do negócio. Dessa forma, falhar significa aprender uma maneira de como não fazer alguma coisa e, com isso, buscar outras maneiras de atingir seus objetivos.

Descontração

A descontração é outro diferencial que torna o mundo das startups tão atrativo. Isso começa já no ambiente de trabalho, com salas amplas e opções de descompressão e interação entre as pessoas. Tudo isso deixa o espaço mais leve e estimulante, melhorando a criatividade e a performance dos colaboradores.

Além disso, o estilo informal garante mais abertura para a troca de ideias, críticas construtivas e facilita o trabalho em equipe. Por outro lado, trabalhos engessados dificilmente trazem qualidade de vida para os colaboradores. Em compensação, muitas startups têm em sua cultura a descontração e, por causa disso, viram referência inclusive no que se refere a employer branding, sendo o sonho de consumo de muitas pessoas! As mudanças do mercado são constantes. Quer saber como se adaptar a elas sem esquecer do passado? Veja como equilibrar a transformação digital com o legado analógico

Gostou?
Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Posts relacionados

Perdi o emprego, e agora?

Ser demitido não é fácil pra ninguém, porém a longo prazo muitas pessoas acabam descobrindo que a demissão pode ser ter sido positivo para carreira.

Inscreva-se em
nossa Newsletter

Fique por dentro do nossos conteúdos!