Categorias

As possibilidades de IOT no mercado atual

Já vivemos em uma realidade na qual a Internet das Coisas (IoT) está em uso, porém existem diversas possibilidades para esse recurso tecnológico no mercado atual que ou começaram a ser exploradas agora ou ainda estão no campo das ideias.

Isso vai mudar e poderemos ver uma explosão de dispositivos habilitados para usar IoT muito em breve, principalmente com a chegada do 5G ao Brasil.

A transformação digital que já estava em curso na virada do século XXI promete ser ainda mais intensa e trazer uma série de benefícios para pessoas e empresas.

Leia também: 5 lições sobre transformação digital que sua empresa deve aprender com a pandemia

Números citados pela Associação Brasileira de Internet das Coisas mostram que:

  • Em 2018, o mundo já tinha mais de 15 bilhões de dispositivos conectados, incluindo smartphones e computadores;
  • O número tem potencial para subir para 35 bilhões até 2025;
  • O potencial impacto econômico da IoT pode equivaler a até 11% da economia mundial até 2025, na ordem de US$ 11,1 trilhões;

O mercado atual já possui uma série de dispositivos que fazem parte da Internet das Coisas. Porém, veremos nos próximos anos uma revolução no que diz respeito à conectividade, dados e possibilidades relacionadas ao IoT.

Conceito de IoT


A Internet of Things (IoT) é o conceito que traz a conexão de diferentes objetos entre si e, principalmente, à própria internet ou por tecnologias como wi-fi e bluetooth.

Essa conexão promove trocas de informações e interações entre os mais diversos aparelhos. Ou seja, não é apenas o smartphone ou o notebook que estarão conectados à rede.

Desde eletrodomésticos até eletroeletrônicos, de maquinário industrial até meios de transporte, de objetos pessoais até equipamentos públicos, tudo isso e muito mais pode envolver o uso de IoT, o que afetará nossa rotina de forma substancial.

A internet das Coisas traz vantagens como:

  • Automação de atividades industriais, comerciais ou mesmo no ambiente doméstico;
  • Envio e troca de dados com mais velocidade, de maneira constante e instantânea;
  • Análise de informações com mais exatidão;
  • Melhor gerenciamento de recursos e redução de desperdícios;
  • Mais possibilidades de conexão a partir de diferentes itens do dia a dia;
  • Conveniência, praticidade e facilidade de se conectar à internet.

Aplicações e possibilidades de IoT

A Internet das Coisas pode ser aplicada em diversas áreas.

Uma das possibilidades já é uma realidade: o uso de relógios inteligentes, que não apenas se conectam à internet, mas também geram dados do usuário (avaliam batimentos cardíacos, por exemplo).

Muitos smartwatches funcionam também como meios de pagamento, usando tecnologia NFC (Near Field Communication, ou comunicação por campo de aproximação, em tradução livre).

É só encostar o relógio em um terminal de pagamento para fazer transações.

Outra aplicação possível de IoT está na indústria de veículos autônomos, que analisam, geram dados e tomam decisões em tempo real a partir das informações colhidas durante o uso do veículo.

Isso é ainda mais possível com as cidades inteligentes (smart cities), que elevam o conceito de conectividade proporcionado pela internet das coisas a uma escala regional.

Com as smart cities, conectar os dispositivos públicos e particulares de uma cidade inteira é possível.

Imagine um sistema público de iluminação que considera aspectos como luz natural, quantidade de automóveis e pedestres e outros aspectos em tempo real para funcionar? Com isso, evita-se desperdício de energia, por exemplo.

Por fim, nossos lares também já possuem recursos como assistentes de voz que fazem parte da Internet das Coisas, mas as casas serão ainda mais conectadas quando se tornarem smart houses.

O aspirador-robô que funciona sozinho ao avaliar a quantidade de pó da casa, o ar-condicionado que entende quando você está perto de chegar e climatiza o ambiente sozinho, a geladeira que envia informações no celular quando algum produto está começando a acabar, a iluminação que funciona de maneira inteligente para economizar energia e vários outros recursos estarão nas casas inteligentes.

Leia também: Smart Houses: o futuro das casas inteligentes com 5G

Por fim, a aplicação de IoT nos negócios ajuda empresas dos mais diferentes setores, da saúde à agricultura, da área industrial ao comércio.

As informações geradas por dispositivos conectados contribuem para aumentar a produtividade, diminuir custos, trazer dados que serão base de novas ideias de produtos e serviços e para melhorar a experiência do público ao entender, por meio de dados, como ele se relaciona com uma empresa.

A Internet das Coisas no grupo Algar


No grupo Algar, internet das coisas é um tema essencial que conta com dedicação exclusiva de diferentes formas.

Na Algar Telecom, por exemplo, há uma unidade de negócios específica para desenvolver, aprimorar e escalar soluções em IoT.

Além disso, o Brain, Instituto de Ciência e Tecnologia fundado pela Algar Telecom, conta com diversas soluções em IoT.

Uma delas é o Next Move Car, dispositivo que transforma veículos comuns em carros inteligentes e conectados à internet.

Outra solução, executada pelo Brain para a Algar Telecom, é a Asset Control, que potencializa redes de internet sem fio com rastreamento, geolocalização e outros recursos digitais para controlar equipamentos, integrar aparelhos a sistemas e customizar processos, por exemplo.

Isso mostra como as possibilidades de IoT são infinitas e cada vez mais reais para os mais diversos usos, seja em escala pessoal, empresarial ou mundial.

Por Ivan Mendes, diretor de Atacado e IoT.

Gostou?
Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Posts relacionados

Perdi o emprego, e agora?

Ser demitido não é fácil pra ninguém, porém a longo prazo muitas pessoas acabam descobrindo que a demissão pode ser ter sido positivo para carreira.

Inscreva-se em
nossa Newsletter

Fique por dentro do nossos conteúdos!