Categorias

O que é inovação aberta e como a sua startup pode se beneficiar

imagem com pessoas sentadas com computadores na mão que representam uma solução de inovação aberta

Com a transformação digital, se tornou ainda mais importante para as empresas promoverem mudanças e melhorias em suas atividades.

Uma das maneiras de criar novas soluções e, ao mesmo tempo, ter mais adaptabilidade e inovação em qualquer negócio é a inovação aberta.

Isso porque esse conceito tem uma série de vantagens para quem o utiliza e, principalmente, pode não apenas acelerar transformações, como também promover uma inovação ainda mais rica.
Afinal, a colaboração por meio de diferentes pontos de vista é ainda mais eficiente.
Por isso, vamos mostrar neste artigo o que é inovação aberta e como empresas, como a sua startup, podem se beneficiar dela. Saiba mais!

O que é inovação aberta

A primeira vez em que o conceito de inovação aberta foi usado de forma conhecida foi em 2003 com Henry Chesbrough, pesquisador da Universidade da Califórnia.
Ele é autor do livro “Open Innovation: The New Imperative Creating and Profiting from Technology”.

Na obra, o pesquisador traz a ideia de que uma empresa pode promover inovações por meio da colaboração com outros agentes, como órgãos públicos, institutos de ciência e tecnologia (ICT), fornecedores, clientes e até mesmo outras empresas e startups

Logo, podemos responder o que é inovação aberta entendendo essa ideia como a soma de várias expertises trazidas por meio do trabalho conjunto e colaborativo de outros profissionais, métodos de pesquisa e desenvolvimento e perspectivas.
Ou seja: é uma maneira de inovar descentralizada, disruptiva e que integra diferentes partes.

Veja mais sobre este conceito no vídeo abaixo:



 

Diferenças entre inovação aberta e interna

Quando falamos em inovação, dois modelos comuns são a inovação interna e a aberta.

No primeiro caso, a empresa prioriza informações internas e profissionais próprios em todo o processo.

Dessa maneira, tudo acontece de forma fechada a outros agentes, de acordo com a cultura interna da empresa.
Como resultado, a propriedade intelectual de determinado produto ou serviço desenvolvido no processo é exclusiva.
Porém, não existe abertura para colaborações de agentes externos.

São processos diferentes da inovação aberta, na qual o uso de dados é aberto, a atuação é baseada em equipes multidisciplinares de diferentes agentes e grupos

Em um hub de inovação, por exemplo, empresas e startups de diversos setores contribuem no mesmo projeto. Dessa forma, tudo é colaborativo e compartilhado, inclusive a propriedade intelectual.

Por fim, a inovação aberta normalmente tem amplitude e atende a demandas do mercado, e não apenas demandas internas de uma empresa.

Formas de inovação aberta

Uma startup pode promover a inovação aberta de diferentes maneiras:

  • Programa de aceleração: grandes empresas patrocinam startups;
  • Hackathon: maratonas e competições de programação e tecnologia ;
  • Crowdsourcing: colaboração digital das pessoas para uma empresa;
  • Cocriação: quando uma empresa convida profissionais ou clientes em inovações;
  • Aquisições: grandes empresas adquirem startups, que passam a inovar para elas;
  • Joint Ventures: empresas se unem e criam uma nova companhia.

Além disso, é possível mesclar a inovação aberta e a internet: partes de um determinado projeto podem acontecer de forma colaborativa ou, se for mais estratégico, de maneira interna.

Vantagens de inovação aberta para startups

A inovação aberta traz uma série de vantagens para qualquer empresa, principalmente startups:

  • Reduz riscos, pois diferentes agentes estão testando e revisando as soluções do projeto, o que aumenta as chances de encontrar erros;
  • Reduz tempo e custo, afinal as despesas são divididas entre quem está no projeto que, feito por mais pessoas, é finalizado em menor tempo;
  • Favorece a criatividade com uma troca de informações mais rica, que acontece com profissionais e empresas com diferentes habilidades e conhecimentos;
  • Promove o networking entre profissionais e negócios, o que pode fazer a diferença para futuras parcerias;
  • Cria novos produtos, modelos de negócio e possibilidades de inovação, afinal são diferentes perspectivas envolvidas em torno de um objetivo comum.

Tem interesse no assunto? Então siga o Brain no Instagram, o Instituto de Ciência e Tecnologia do grupo Algar, e saiba primeiro dos novos programas de inovação aberta do ICT!

Gostou?
Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Posts relacionados

Perdi o emprego, e agora?

Ser demitido não é fácil pra ninguém, porém a longo prazo muitas pessoas acabam descobrindo que a demissão pode ser ter sido positivo para carreira.

Inscreva-se em
nossa Newsletter

Fique por dentro do nossos conteúdos!