Categorias

O que são métodos ágeis e como aproveitá-los na sua empresa

Foto de mulher em frente a uma parede de vidro cheia de post-its.

Métodos ágeis são ótimas ferramentas que contribuem para o aumento da produtividade, rapidez nas entregas e na gestão empresarial. Afinal, eles atingem pontos de melhoria que outras metodologias anteriores não conseguiam, principalmente em relação a adaptabilidade, prazo e processos.

Por isso, vamos explicar o que são métodos ágeis e como você pode aproveitá-los na empresa. Dessa forma, a sua companhia fica ainda mais por dentro das práticas e tendências que têm transformado o mercado no século XXI. Veja mais no texto! 

O que são métodos ágeis

Em primeiro lugar, para explicar o que são métodos ágeis, podemos dizer o que eles não são: não trata-se de longos procedimentos, que exigem relatórios extensos ou de práticas que precisam ser cumpridas, independentemente do resultado final. Ou seja, esqueça aquela longa lista de tarefas, procedimentos e fluxos. 

Assim, a ideia de uma metodologia ágil é facilitar as atividades de uma empresa com dinâmicas alternativas à gestão de projetos tradicional. Por isso, essas iniciativas trazem um conjunto de práticas mais adaptáveis, estruturadas em ciclos curtos de prazo. Assim, métodos ágeis produzem entregas mais rápidas, frequentes e flexíveis, pois dividem o desenvolvimento de um projeto em fases, cada uma com uma meta estabelecida.

Como eles surgiram

Os métodos ágeis são resultado do trabalho no setor de Tecnologia da Informação. Isso porque, no começo dos anos 2000, profissionais dessa área buscaram estabelecer uma metodologia que reduzisse etapas de produção, estabelecesse entregas definidas e deixasse a comunicação mais simples. 

Em 2001, um grupo de desenvolvedores criou Manifesto Ágil, que estabelece princípios da metodologia ágil como:

  • Comunicação e interação ser mais importante que processos e ferramentas;
  • Praticidade no funcionamento mais relevante que extensa documentação;
  • Alinhamento de expectativas acima de negociação de contratos;
  • Adaptação e flexibilidade mais importante do que seguir um plano.

O vídeo abaixo traz um pouco mais do que são e qual a história dos métodos ágeis:

Como a metodologia ágil pode fazer a diferença

Do setor de Tecnologia da Informação até o de Recursos Humanos, as mais diferentes áreas podem utilizar métodos ágeis. Dessa forma, um dos benefícios é que equipe e clientes (internos ou externos) ficam mais alinhados em relação às etapas de um projeto, resolvendo problemas e conflitos de forma rápida. Assim, isso minimiza riscos, aumenta a qualidade das entregas e melhora os resultados finais. 

Outra vantagem de utilizar metodologia ágil é a economia de recursos, afinal, os processos ficam mais eficientes. As entregas e a execução do projeto ficam mais ágeis, a flexibilidade para sugestões de melhorias aumenta e tudo isso ajuda a empresa a pensar em soluções melhores com mais rapidez.

Por fim, os métodos ágeis contribuem para estimular o trabalho em equipe, a autonomia, a autogestão e a inovação. Tudo isso faz a diferença nos projetos de uma companhia, que ganha produtividade, eficiência e colaboração entre os integrantes do time.

Os principais métodos ágeis

Existe uma série de metodologias ágeis que pode ser aplicadas nos mais diferentes projetos. Veja as principais.

Kanban

O Kanban é um dos métodos ágeis mais populares, pois é um dos mais simples que uma empresa pode usar. Isso porque ele precisa basicamente de um quadro (físico, virtual ou mesmo oferecido por plataformas de gestão de projetos), que ficam divididos entre:

  • A fazer, com as atividades a serem feitas nos projetos;
  • Fazendo, com as demandas que estão em execução;
  • Feito, que mostra as tarefas finalizadas.

Dessa forma, ele permite que o acompanhamento das atividades seja feito de maneira mais fácil e ágil, com todos cientes dos envolvidos nas atividades, status de cada uma e prazos.

SMART

A sigla SMART é relativamente conhecida no meio empresarial e refere-se à definição de metas de uma companhia. Assim, cada letra descreve um item fundamental de uma meta, que precisa ser sempre: 

  • Specific, ou seja, específica sobre o que se quer alcançar;
  • Measurable, mensurável, que possa ser medida ao longo do tempo;
  • Attainable, atingível, possível de ser cumprida, e não inalcançável;
  • Relevant, relevante para a companhia, trazendo impacto;
  • Time-related, com prazo estabelecido, para que tudo tenha começo, meio e fim.

Framework Scrum

O Scrum é um movimento do Rugby no qual os jogadores se agrupam para avançarem sobre o campo adversário. A partir dessa metáfora, podemos compreender que a ideia do Framework Scrum é trazer práticas que permitam unir esforços nas entregas.

Portanto, coragem para trabalhar de forma sincronizada, comprometimento com as atividades, respeito entre colaboradores e abertura para novidades são valores importantes dessa metodologia, baseada também na transparência, na inspeção de atividades e na adaptação.

Design Sprint

No Design Sprint, as palavras-chave são agilidade, colaboração e organização. Nesse sentido, o método ágil mistura ideias do Design Thinking — no qual a abordagem valida ou refuta ideias a partir da colaboração do time, estimulando competências multidisciplinares  — e do Scrum.

Diversos ciclos do projeto são concluídos em um determinado prazo, geralmente de até 30 dias, e cada nova conclusão inicia um novo print de outra etapa. Desse modo, o trabalho em equipe fica mais colaborativo e a resolução de problemas, mais ágil.

Lean Inception e Lean Startup

O objetivo do Lean Inception é criar produtos de maneira colaborativa e econômica. Dessa forma, empresas podem chegar ao Produto Mínimo Viável (MVP, ou Minimum Viable Product), que é a versão do produto feita com o mínimo esforço e no menor tempo possível. Portanto, p método ágil faz da construção do MVP mais rápida, enxuta, econômica e colaborativa.

O Lean Startup, similar ao método anterior, é muito popular no mundo das startups e visa reduzir desperdícios. Por isso, entre seus pilares, estão:

  • O Canvas, para criar um plano de negócios completo; 
  • O Desenvolvimento com clientes, para testar hipóteses do produto no  mercado;
  • O Desenvolvimento ágil, sem desperdícios na criação dos produtos. 

Agora que você sabe mais sobre o assunto, entenda como usar os métodos ágeis quando a sua equipe está em home office!

Foto de mulher trabalhando em casa. Em cima, temos o texto "Como trabalhar de home office com métodos ágeis. Leia no blog do Brain".

Gostou?
Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Posts relacionados

Perdi o emprego, e agora?

Ser demitido não é fácil pra ninguém, porém a longo prazo muitas pessoas acabam descobrindo que a demissão pode ser ter sido positivo para carreira.

Inscreva-se em
nossa Newsletter

Fique por dentro do nossos conteúdos!