Categorias

Porque a agilidade empresarial é importante nas organizações

Os negócios que desejam se sobressair e aproveitar o que a transformação digital tem de melhor a oferecer para as organizações precisam ter no DNA um conceito cada vez mais popular e importante: agilidade empresarial

A velocidade é fundamental na tomada de decisão e na realização de tarefas. Porém, a agilidade empresarial vai muito além de fazer as coisas de forma rápida. Ela também se refere à capacidade de adaptação, à simplificação e à cultura organizacional. No entanto, muitas empresas não buscam agir de acordo com essa ideia, o que traz prejuízos a médio e longo prazo.

Portanto, para não ver a sua companhia paralisada diante das transformações e sim cada vez mais preparada para as transformações que acompanham seu setor de atuação, preparamos este texto que mostra qual é a importância da agilidade empresarial. Confira!

O que é agilidade empresarial?

A princípio, pode parecer que apenas fazer tudo mais rápido é ser ágil. Entretanto, quando falamos sobre agilidade empresarial, isso tem muito mais relação com a cultura organizacional, com a liderança e com o planejamento e execução de processos do que apenas velocidade.

Assim, agilidade empresarial diz respeito à capacidade que um negócio tem de se adaptar às mudanças. Ainda, de compreender o impacto delas no negócio e como transformar as suas dinâmicas de forma a melhorar resultados. Tudo isso, mantendo em sua essência a sua solidez e perenidade ao longo dos anos. 

Com agilidade empresarial, as companhias ficam mais resilientes, eficientes e inteligentes. Isso é feito sem estarem presas a conceitos e processos ultrapassados que retardam ganhos e bons resultados. Dessa forma, as empresas que contam com esse tipo de agilidade têm um diferencial de mercado crucial para aproximá-las do sucesso e distanciá-las da concorrência.

Por que ser ágil é importante?

Primeiro, podemos ilustrar a importância da agilidade empresarial descrevendo uma empresa que não a traz no seu DNA. Essas companhias têm longos processos, que nunca mudaram por haver a cultura de que “sempre foi assim” e, por isso, é preciso continuar fazendo.

Essas mesmas companhias demoram muito para implantar mudanças, o que faz com que percam espaço para concorrentes que sempre inovam suas práticas e obtém melhores resultados. Ou seja, não existe, na cultura organizacional, espaço para novas ideias, desenvolvimento de melhores práticas e adaptação frente à transformação digital. Assim sendo, em médio e longo prazo, essas empresas podem fazer parte dos mais de 20 mil negócios que encerraram suas atividades em um ano, segundo dados do IBGE referentes a 2017.

Então, ser ágil significa pensar diferente, dinamizar processos, simplificar atividades e melhorar a eficiência, aumentando significativamente as chances de sucesso. Para não ser a empresa que descrevemos anteriormente, é fundamental ter agilidade empresarial e, dessa forma, fazer da sua empresa uma melhor versão de si a cada dia.

Você pode aprender um pouco mais sobre agilidade empresarial neste vídeo produzido pelo Sebrae:

Como ter agilidade empresarial?

O primeiro passo é fazer a agilidade empresarial estar no DNA do negócio. Portanto, dos sócios ao assistente, todos precisam saber que é importante se adaptar e melhorar processos. Assim, cada um pode, em sua especialidade, ter mais agilidade e impactar toda a empresa.

Com todos na empresa sabendo da importância da agilidade empresarial e sendo estimulados a praticá-la, é hora de buscar aprendizado e referências. Quais são as práticas e tendências do mercado? O que o público tem demandado de novo? Quais os conhecimentos que a sua empresa tem que já foram atualizados ou mesmo não são utilizados mais? Responda a essas perguntas para que a companhia esteja por dentro das novidades.

Ainda, não esqueça que os erros também proporcionam aprendizados. No universo das startups, existe a premissa de que é importante errar muito e aprender rápido com esses erros. Logo, não tenha receio em experimentar novos caminhos, desde que você atue rapidamente para corrigir a rota, caso os números comecem a ficar desfavoráveis.

Por fim, agilidade empresarial tem forte relação com eficiência. Com base em todos os itens anteriores, reveja processos, repense estratégias, não abra mão da qualidade, mas também não se prenda a metodologias antiquadas que não funcionam mais. Em resumo, faça mais e melhor de maneiras simples e rápidas, permitindo que a empresa seja cada vez mais eficiente.

Fique por dentro de todas as novidades que fazem diferença para a sua empresa e acompanhe o nosso blog para saber das práticas e tendências!

Gostou?
Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Posts relacionados

Perdi o emprego, e agora?

Ser demitido não é fácil pra ninguém, porém a longo prazo muitas pessoas acabam descobrindo que a demissão pode ser ter sido positivo para carreira.

Inscreva-se em
nossa Newsletter

Fique por dentro do nossos conteúdos!