[email protected] uxxZud)RfL@T2!DAOQGuN)er
Categorias

Blog: Como o modelo Venture Builder influencia o sucesso das startups

Não é segredo que as startups dominaram o mundo nos últimos anos. Esse novo formato mais simples e arejado no meio empresarial se tornou um verdadeiro sucesso entre os empreendedores de todo o globo.

Segundo dados de um levantamento realizado pela Cortex, somente no Brasil, em 2022 havia cerca de 11.562 startups em atividade.

Esse número, por sua vez, já diz muito sobre a trajetória desse tipo de negócio. Afinal, ele permite que ideias empreendedoras sejam trazidas para a prática por meio de diversos tipos de projetos de apoio.

Um deles que tem ganhado bastante notoriedade é o Venture Builder, um modelo que ajuda os criadores de startups a tirarem suas ideias do papel e verem o sonho do negócio próprio se tornando realidade.

Além disso, o conceito de inovação aberta também tem trazido novos ares para esse tipo de negócio. Afinal, a ideia de que diferentes expertises podem trabalhar juntas para garantir mais sucesso para uma empresa é, sem dúvidas, genial.

Entenda mais sobre o tema aqui: O que é inovação aberta e como a sua startup pode se beneficiar.

Sabendo disso, aqui neste artigo trouxemos tudo o que você precisa saber sobre o modelo de negócio Venture Builder e porque ele é uma das maiores tendências do mundo empresarial. Confira mais abaixo e tenha uma boa leitura!



O que é Venture Builder?

O modelo Venture Builder é uma abordagem empreendedora que se concentra na criação e desenvolvimento de startups a partir do zero, em vez de investir em startups já existentes.

Bastante chamado de fábrica de startups, esse tipo de modelo fornece investimento para o início do negócio, mas de uma forma diferente dos famosos investidores anjo já que, nessa forma de investimento, uma equipe de empreendedores experientes, investidores e mentores trabalham em estreita colaboração com fundadores de startups para fornecer recursos, orientação e suporte para acelerar o crescimento e aumentar as possibilidades de sucesso.

Dentro do Venture Builder a empresa passa a ter um apoio completo de quem está ajudando o negócio, tirando o foco apenas do lado financeiro.

Nesse cenário, o Venture passa a ser uma parte presente e componente do corpo da startup, trabalhando com os criadores de forma horizontal.

O grande diferencial do modelo Venture Builder é que ele não oferece apenas o capital financeiro, mas também o chamado capital suor. Isto é, trabalho e conhecimento sobre o mundo dos negócios, o que acaba por fazer uma grande diferença no desempenho da nova empresa dentro do mercado.


Como funciona uma Venture Builder?

De maneira geral, o conceito de uma Venture Builder é apoiar diversas empresas ao mesmo tempo. Ou seja, uma pessoa com disponibilidade financeira e experiência no mundo dos negócios escolhe startups diversas para acompanhar e ajudar durante todo o processo de fundação e ascensão no mercado.

Segundo o autor Royal Montgomery, o foco de um Venture Builder é fornecer e ajudar na estruturação básica que todo negócio deve ter, fornecendo aos criadores o suporte necessário para construir uma empresa segura dentro do mercado.

Nesse sentido, o empreendedor consegue manter foco total em sua ideia, garantindo a originalidade e aplicação do negócio proposto.

Além disso, vale destacar também que o Venture Builder busca profissionalizar todas as áreas da empresa, desde o jurídico até o marketing.

Com isso, é possível abreviar uma grande parte do caminho, tendo em vista que a dificuldade de muitos empresários é justamente sair do amadorismo dentro dos processos da companhia.

Quer entender mais sobre os modelos de negócio na era da tecnologia? Confira o artigo: Disrupção de modelos de negócio em tempos de incerteza

Benefícios de trabalhar em parceria com uma Venture Builder

Até aqui você já conseguiu perceber que o modelo Venture Builder é bem bacana para quem sonha em abrir uma startup, afinal, ele proporciona a possibilidade de crescimento dentro do mercado de forma um pouco mais rápida, agilizando até mesmo o retorno financeiro que virá do negócio.

No entanto, os benefícios de contar com esse tipo de parceria não param por aí. É possível destacar uma lista bem bacana de vantagens que o empreendedor de startup pode colher a partir desse modelo de suporte. Confira alguns abaixo!


Facilidade em encontrar investidores

Ao contrário do que muitos pensam, o modelo de Venture Builder não é mais exclusividade dos grandes milionários do país.

Essa forma de apoio ganhou bastante destaque justamente por permitir que os investidores acompanhem mais do negócio que estão apoiando, garantindo maior assertividade nos negócios.

Assim, como parte do modelo Venture Builder, as startups têm acesso a recursos significativos, incluindo financiamento, infraestrutura, tecnologia, redes de contatos, entre outros.

Isso ajuda a aumentar a eficiência e reduzir custos, permitindo que as startups se concentrem em desenvolver seus produtos e serviços e escalar seus negócios.

Equipe estruturada e capacitada

Não há dúvidas de que uma das maiores dificuldades do mercado na atualidade está em encontrar profissionais capacitados para trabalhar, afinal, são muitas as pessoas que desejam o lucro, mas poucas as que realmente se preparam para lucrar.

Nesse sentido, outro ponto positivo da Venture Builder é o fornecimento de uma equipe multidisciplinar pronta, treinada e preparada para resolver os problemas burocráticos da empresa, afinal, o apoiador, na maioria dos casos, já conta com alguns funcionários, os quais passam a ser direcionados para as funções da startup depois do início do projeto.

Com isso, colhem-se duas vantagens: andamento rápido e agilizado das demandas da empresa, que são resolvidas rapidamente e também uma grande economia financeira, tendo em vista que os colaboradores são pagos pelo investidor e não pela startup.

Sendo assim, para quem está economizando esse pode ser um cenário bem bacana, pois permite a realização de tarefas de forma bem profissional e sem grandes alterações no campo financeiro.

Quer entender mais sobre as skills que uma boa equipe precisa ter para decolar no mercado de trabalho? Leia mais: Soft skills e hard skills: você sabe o que é e como desenvolvê-las?

Networking constante com outras startups

Quem está dentro do mundo dos negócios sabe bem o quanto o networking é essencial para quem deseja crescer.

Andar sozinho pode ser um péssimo caminho em tempos onde todo mundo está conectado o tempo todo.

Nesse cenário, a Venture Builder também se mostra extremamente positiva, tendo em vista que permite com que o empreendedor tenha contato com outros criadores dentro do mesmo espaço.

Isso porque, tendo em vista que o Venture apoia diversas startups ao mesmo tempo, as conversas entre os fundadores acontecem o tempo todo.

Com isso é possível aprender muito todos os dias e ainda entender mais sobre o que está e o que não está dando certo para outros empresários.

Assim, todo o processo de construção e estruturação torna-se menos moroso e muito mais rico, o que é ideal para quem está empreendendo e precisa crescer todos os dias.



Influência da Venture Builder: como ela pode revolucionar a trajetória do seu negócio

Quando o termo startup começou a se popularizar aqui no Brasil, por volta do ano de 2010, muitas pessoas pensavam que se tratava de um novo tipo de negócio, algo totalmente diferente e único.

No entanto, com o passar do tempo, a população e os empresários começaram a perceber que, na verdade, uma startup nada mais é do que uma empresa inicial, que está dando seus primeiros passos no mercado.

Nesse sentido, é evidente que entrar nesse meio pode até não ser difícil, mas crescer dentro dele sim, afinal, o mercado comercial está cada vez mais cheio de empresas, as quais prestam todo tipo de serviço, mas oferecem poucos diferenciais.

Porém, mesmo com uma excelente ideia é necessário investimento, apoio e cuidado em todas as fases de estruturação do negócio.

Caso contrário, a genialidade perde para a falta de experiência e a empresa se torna mais uma entre as engolidas pelo mercado.

Nesse cenário, a Venture Builder possui uma influência muito significativa dentro dos negócios. Sua atuação abrangente permite que o negócio se destaque em diversas fases, trazendo o sucesso por meio de diversos fatores, são alguns deles:

Maiores chances de sucesso

Segundo um gráfico divulgado recentemente pela A Funder and Founders, quando uma nova startup entra no mercado, ela possui cerca de 10% de chances de alcançar o sucesso.

Esse número, por sua vez, pode até ser um pouco assustador e alarmante, mas mostra-se bastante verdadeiro quando o contexto completo é analisado.

São muitos os fatores que podem fazer com que uma startup não decole: falta de investimento, divulgação incorreta e até mesmo um mau entendimento do potencial de um produto são pontos significativos nessa equação.

Já quando falamos do modelo de investimento Venture Builder, existe uma possibilidade maior de sucesso, afinal, as startups estão sob a orientação de uma equipe experiente e bem-sucedida que pode ajudar a evitar erros comuns e garantir que as melhores práticas sejam seguidas.

Desse modo, fica muito fácil não cometer erros amadores e de fato atingir os objetivos estabelecidos em muito menos tempo.


Acesso a maiores recursos

Não é segredo que até mesmo as melhores ideias do mundo precisam de investimento para crescer. O capital nos permite produzir, divulgar e fortalecer um negócio, agilizando todos os processos necessários para que o cliente conheça o seu produto.

Por esse motivo, o Venture Builder é uma excelente opção para quem tem uma ótima ideia, mas ainda não possui fundos para alavancá-la, afinal, todos os recursos fornecidos nesse tipo de apoio permitem que o empreendedor comece o seu negócio tendo tudo que precisa para vê-lo decolar.

Além disso, como citamos anteriormente, nesses casos o fornecimento de recursos vai além apenas do dinheiro, mas entra também em suportes relacionados a consultoria e orientação de negócio.

Sendo assim, basicamente o empreendedor garante tudo que precisa para ver a sua ideia se tornando um verdadeiro case de sucesso.

Quer ter colaboradores que compartilham da mesma visão de mundo que você? Aprenda como implementar a cultura do empreendedorismo em sua empresa: Como incentivar o empreendedorismo na sua empresa



Mais visibilidade dentro do mercado

Já pensou em ser um iniciante, mas com a credibilidade de quem já está há vários anos no mercado? Esse é justamente um dos pontos mais bacanas da Venture Builder, pois permite que os clientes tenham mais confiança em sua empresa devido ao nome que lhe apoia.

Uma Venture Builder representa, na verdade, um grande grupo de empresas, sejam elas em fase inicial ou já estruturadas no seu segmento.

Todas elas estão aliadas a um mesmo investidor, que permite que as companhias fortaleçam o seu nome dentro do mercado.

Isso é bem bacana considerando que você passa a contar com o suporte tanto do apoiador quanto das empresas que também já estão com ele.

Assim, seu nome se torna parte de um grupo de sucesso, que tende a ser cada vez mais bem-visto dentro do mercado nacional e internacional.

Orientação e capacitação constante


Há muito tempo aquele ideal de que o curso superior era o necessário para se tornar um bom administrador e empreendedor já foi abolido.

Atualmente, cada vez mais pessoas entendem que estudar é capacitar-se o tempo todo, acompanhando o mercado e o que acontece dentro dele.

Nesse sentido, a Venture Builder também pode ser um grande influenciador do seu sucesso. Isso porque com ela é possível contar com os conselhos e acompanhamento diário do apoiador, que já possui mais experiência no mercado e sabe bem como escapar de algumas situações.

Além disso, o modelo de Venture Builder permite mais agilidade e melhoria contínua dos processos, já que com ele todos os passos da empresa tornam-se mais rápidos e eficientes.

Portanto, é possível melhorar todos os dias, resolvendo furos, falhas e possíveis situações que poderiam se tornar problemas para o negócio mais a frente.

Por que apostar no modelo Venture Builder?

No geral, o modelo Venture Builder tem o potencial de influenciar positivamente o sucesso das startups, fornecendo a elas recursos, acesso a uma rede de investidores, mentoria e suporte empresarial especializado, o que pode ajudá-las a crescer e se tornar empresas bem-sucedidas.

Com tudo isso já foi possível perceber que o modelo Venture Builder pode ser o que a sua startup está precisando para alcançar o sucesso. Aqui na Algar temos um programa completo de apoio dentro desse formato de trabalho.

A Algar Telecom, empresa com 68 anos de mercado e que vende soluções completas de TIC para os seus mais de 1,3 milhão de clientes, se uniu a FCJ, a maior rede de Venture Builder da América Latina, para desenvolver startups promissoras que resolvam as dores do mercado de telecomunicações.

Dessa união surge a Algar Telecom Venture Builder uma empresa que já nasce com DNA inovador oferecendo todo o apoio a startups, como: apoio jurídico, marketing, rede de negócios, fundrainsing e muito mais. Saiba mais aqui.

Esse passo dado pela Algar Telecom Venture Builder é muito importante, tendo em vista que agora a empresa se torna uma Corporate Venture Builder.

Esse termo, por sua vez, é designado para definir as companhias que atuam como venture builder, utilizando da estrutura que já possuem para impulsionar as startups. Em outras palavras, nesse modelo o venture builder não é uma pessoa só e sim toda uma companhia.

Com isso, passa-se a contar com ainda mais benefícios como canais de distribuição, força de vendas, base de clientes, jurídico, governança e mais tecnologia.

Esses ativos podem fazer total diferença para a startup que está iniciando os seus negócios, mas já contará com uma estrutura gigantesca para as atividades.

Nova tese de inovação e investimento

Quando a Algar se tornou uma Corporate Venture Builder, buscou se aliar a startups que se adequassem aos valores originais da companhia.

Para isso, firmou com ainda mais afinco sua tese de inovação e investimento, buscando trazer startups que estão iniciando seus trabalhos para mais perto, colaborando e construindo um futuro inovador juntos. Para isso a companhia oferece alavancas como:

  • Novos negócios digitais: startups com novos produtos digitais para clientes B2B e B2C.
  • Operações automatizadas: startups que ajudem a digitalizar e automatizar operações e simplificar processos.
  • Experiência digitalizada: startups que ajudem a digitalizar a experiência do cliente para reduzir atritos na jornada e otimizar resultados comerciais.
  • Data Driven: startups que ajudem a tomar decisões orientadas a dados com inteligência analítica e preditiva.

A Algar Telecom Venture Builder também trabalha com um nível de maturidade que abrange: validação, tração e operação, bem como com modelos de negócios B2C, B2B, B2B2C.

Se você acha que a sua startup se encaixa dentro dessa super oportunidade pode se inscrever através deste link.

E para continuar por dentro dos melhores conteúdos do mundo empresarial, conheça o nosso blog! Aqui postamos conteúdos completos e cheios de informações para você que deseja se tornar um empreendedor de destaque!

Por Wellington Borel, CEO da Algar Telecom Venture Builder

Gostou?
Compartilhe!

Posts relacionados

Inscreva-se em
nossa Newsletter

Fique por dentro do nossos conteúdos!