Servir é inspirar

A gente acredita que bons conteúdos são inspiradores.
voltar

Soft skills e hard skills: você sabe o que é e como desenvolvê-las?

Entre as habilidades que o mercado de trabalho mais valoriza em profissionais, podemos elencar as soft skills e hard skills. Afinal, não apenas elas são complementares, como também podem fazer a diferença em atividades cada vez mais dinâmicas e colaborativas, seja presencialmente e, principalmente, à distância.

Assim, é fundamental que você trabalhe tanto aspectos técnicos de suas competências quanto habilidades comportamentais. Dessa forma, as empresas reconhecerão em você um profissional completo que agregará valor para a equipe.

Para você saber mais sobre o assunto e entender a importância do tema, veja agora o que são e, principalmente, como desenvolver soft skills e hard skills!

O que são soft skills e hard skills?

Aquelas habilidades que são específicas, definidas, mensuráveis e que podem ser aprendidas em cursos, graduações ou workshops são as hard skills. Ou seja, são habilidades comprovadas por diplomas, certificações, testes etc. Logo, cursos técnicos, idiomas, gestão de ferramentas e outros conhecimentos similares são hard skills.

Por sua vez, as competências pessoais, relacionadas a atitudes, comportamentos e inteligência emocional são as soft skills. Não são comprovadas por certificações porque dizem respeito a trabalho em equipe, flexibilidade, comunicação, liderança, empatia, entre outras habilidades emocionais e comportamentais que também são importantes no trabalho.

Dessa forma, você pode notar que soft skills e hard skills são habilidades que fazem a diferença para quem deseja melhorar como profissional. Afinal, no mercado de trabalho é muito importante ter conhecimentos técnicos e, ao mesmo tempo, emocionais.

Assista ao vídeo abaixo para entender como mostrar as suas soft skills e hard skills ao mercado e, em seguida, veja como desenvolver habilidades comportamentais:

Como desenvolver soft skills?

Soft skills e hard skills podem ser desenvolvidas ao longo da carreira, de forma consistente. No caso das habilidades comportamentais, informar-se sobre o assunto é um bom começo, afinal é muito importante entender o que o conceito é e quais competências apresenta.

A partir disso, é essencial olhar para si: quais são os seus pontos fortes e pontos a melhorar em relação ao seu comportamento pessoal e profissional? Quais feedbacks você já recebeu sobre o seu temperamento? Perceber isso permite que você se conheça, saiba como melhorar e possa trabalhar em cima de habilidades emocionais que você pode desenvolver.

Por sua vez, esse desenvolvimento pode acontecer por meio de feedbacks ou mesmo em conversas francas com pessoas próximas ou profissionais de saúde mental. Dessa forma, outras pessoas poderão colaborar para aprimorar as suas soft skills.

Como empresas ajudam nisso?

Uma boa gestão de pessoas também ajuda muito no desenvolvimento de soft skills e hard skills. No caso das habilidades emocionais, programas de capacitação são importantes para melhoria contínua das soft skills, seja por meio de feedbacks ou de conversas periódicas entre gestores e profissionais.

Além disso, campanhas educativas também contribuem para que todos saibam mais sobre soft skills. Dessa forma, a empresa estimulará um ambiente no qual todos se preocupam com habilidades comportamentais. Por fim, palestras educativas também são ótimas maneiras de desenvolvimento.

As empresas que se preocupam com as soft skills e hard skills de seu time conseguem melhorar o clima organizacional, afinal a sinergia é muito importante nas atividades profissionais. Uma boa convivência, por sua vez, melhora a satisfação dos colaboradores, que se sentem mais à vontade para propor ideias e contribuir com seu trabalho, o que diminui a rotatividade. E tudo isso traz bons resultados como consequência, e de forma duradoura.

Portanto, agora que você entendeu a diferença entre soft skills e hard skills, veja como as capacidades pessoais são importantes na sua carreira, principalmente em ambientes ágeis