Sobre o Relatório

Sobre o Relatório

GRI G4 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 37 | 48
GRI-G4 com
relato essencial

Este relatório está disponível
somente na versão eletrônica,
resultado do nosso compromisso
com o meio ambiente



Contatos em caso de dúvidas ou para mais informações:
Erika Marques Andrade

Assessoria de Relações com Investidores

e-mail: ri@algartelecom.com.br
Rua José Alves Garcia, 415 – Bairro Brasil – Uberlândia-MG

Nosso compromisso com a transparência e a sustentabilidade do negócio está representado, pelo nono ano consecutivo, na divulgação deste Relatório de Sustentabilidade. Seguindo as diretrizes da Global Reporting Initiative (GRI), versão G4, este relatório foi elaborado de acordo com a opção de relato “Essencial”.

Informações sobre nossa gestão, indicadores de desempenho e itens de perfil e governança, além dos principais destaques do ano, estão distribuídas ao longo dos capítulos “Relacionamentos” e “Sustentáveis” e consolidadas no índice GRI apresentado ao final da publicação.

O conteúdo abrange o desempenho da Algar Telecom e suas subsidiárias, referente ao período de 1º de janeiro a 31 de dezembro de 2014 e, quando aplicável, os indicadores podem ser comparados aos de 2013 e 2012, relatados nas versões anteriores. Alguns indicadores como, por exemplo, G4-EN3 e G4-EN4 foram reclassificados, em função de alterações nos critérios de medição, o que resultou na reapresentação dos números divulgados nos relatórios anteriores.

A apuração dos dados financeiros segue os critérios definidos pelos padrões internacionais de contabilidade IFRS (International Financial Accounting Standards), e os resultados foram auditados pela E&Y. Já os indicadores de desempenho socioambiental são apurados e validados internamente e não passam por verificação externa. O processo de elaboração contou com o apoio e a dedicação dos nossos associados, como chamamos as pessoas que trabalham na Algar Telecom, que participaram ativamente da apuração e validação das informações.

Como nos anos anteriores, este relatório estará disponível somente na versão eletrônica, resultado do nosso compromisso com o meio ambiente.



Processo de Definição do Conteúdo do Relatório

GRI G4 18 | 19 | 20 | 21 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 37

O Relatório de Sustentabilidade 2014 foi elaborado considerando a convergência entre opiniões de stakeholders estratégicos e da Diretoria executiva da Companhia sobre a relevância de 46 temas do GRI – dimensões econômica, ambiental e social.

Os stakeholders considerados como estratégicos para a Algar Telecom foram identificados a partir de consultas às áreas internas da Empresa. Foram considerados públicos com os quais existem atividades com maior intensidade de relacionamento, como clientes, fornecedores, associados, entre outros, ou que são impactados pelas operações da Empresa.

A pesquisa realizada em novembro de 2014, por meio de questionário on-line, resultou em uma matriz de materialidade, com 09 (nove) temas considerados de alta relevância, que estão descritos ao longo deste relatório.



Matriz de Materialidade






Temas Econômicos

  1. Desempenho econômico
  2. Presença no mercado
  3. Impactos econômicos indiretos
  4. Práticas de compras


Temas Ambientais

  1. Uso de materiais e reciclagem
  2. Consumo de energia
  3. Recursos hídricos e reúso de água
  4. Gestão e impacto na biodiversidade
  5. Emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE)
  6. Controle de efluentes e resíduos
  7. Impacto ambiental no uso dos produtos e embalagens
  8. Conformidade com leis e regulamentos e canais de relacionamento
  9. Impactos ambientais significativos do transporte
  10. Investimentos e gastos ambientais
  11. Avaliação ambiental de fornecedores
  12. Mecanismos de queixas e reclamações relacionadas a impactos ambientais

Temas Sociais

  1. Emprego
  2. Relações trabalhistas
  3. Saúde e segurança no trabalho
  4. Treinamento e educação
  5. Diversidade e igualdade de oportunidades
  6. Igualdade de remuneração entre homens e mulheres
  7. Avaliação de fornecedores em práticas trabalhistas
  8. Mecanismos de queixas e reclamações relacionadas a práticas trabalhistas
  9. Investimentos
  10. Não discriminação
  11. Liberdade de associação e negociação coletiva
  12. Trabalho infantil
  13. Trabalho forçado ou análogo ao escravo
  14. Práticas de segurança
  15. Direitos indígenas
  16. Avaliação sobre os direitos humanos na organização

  1. Avaliação de fornecedores em direitos humanos
  2. Mecanismos de queixas e reclamações relacionadas a direitos humanos
  3. Comunidades locais
  4. Combate à corrupção
  5. Posicionamento da organização em relação às políticas públicas
  6. Concorrência desleal
  7. Conformidade com leis e regulamentos
  8. Avaliação de fornecedores em impactos na sociedade
  9. Mecanismos de queixas e reclamações relacionadas aos impactos na sociedade
  10. Saúde e segurança dos clientes no uso de seus produtos
  11. Rotulagem de produtos e serviços
  12. Comunicação de marketing
  13. Privacidade dos clientes
  14. Conformidade com leis e regulamentos sobre produtos e serviços