Inovação

Inovação

Soluções
e serviços
pioneiros

DNA inovador presente na cultura
do Grupo desde a sua fundação

Conquistamos espaço no mercado há 60 anos porque nunca nos acomodamos e isso se deve, principalmente, ao nosso DNA inovador presente na cultura do Grupo desde a sua fundação. São inúmeras as soluções e serviços criados e lançados de forma pioneira no Brasil, mas é a forma como interagimos com a cadeia produtiva que mais se destaca na contribuição com o desenvolvimento da tecnologia nacional.

Desde 2012, estruturamos a Inovação de forma bastante coerente com as movimentações realizadas no mundo, promovendo parcerias estratégicas com empresas, órgãos públicos de fomento, universidades, clientes, fornecedores, associados e acionistas.

Hoje, temos duas estruturas formais com foco em inovação.

IMO – Innovation Management Office
Área responsável pela gestão da inovação de toda a organização. Desenvolve ações para o fortalecimento da cultura de inovação, promove atividades de capacitação constantemente, fomenta a criação de ideias e o desenvolvimento de protótipos.

AID – Assessoria de Inovação e Desenvolvimento
Área responsável pelas atividades de P&D (Pesquisa e Desenvolvimento). Atua na vanguarda da tecnologia, realizando pesquisas em conjunto com universidades, centros de pesquisa e fornecedores para promover o desenvolvimento tecnológico que suporte os negócios da Empresa e, consequentemente, um melhor atendimento aos nossos clientes.

O direcionamento da Empresa para a inovação nos últimos anos permitiu, em 2014, ganhos financeiros da ordem de R$ 26,8 mihões oriundos da área de P&D, reforçando a importância deste tema para fortalecer a competitividade da Empresa.

Outra conquista foi a criação do Espaço Inovação, local criado no Centro Administrativo em Uberlândia (MG) para estimular a criatividade e o intraempreendedorismo dos associados.

Um dos projetos de destaque lançado em 2014 pela equipe de gestão da inovação foi o Atalaia_i9. O projeto consiste em um método colaborativo de inteligência competitiva antecipativa para rastrear os movimentos mundiais de inovação e tecnologia, mediante o compartilhamento de informações de uma rica rede de contatos. Espera-se oferecer anualmente à comunidade um relatório com o consolidado das informações mais relevantes. Internamente, este projeto nos ajuda a captar tendências e oportunidades para novos negócios.

Iniciamos o ano de 2015 atualizando nossos processos de inovação, existentes desde 2003, por meio da renovação de nossa plataforma de gestão de ideias e da revisão de nossas políticas internas, com o objetivo de promover o engajamento de todas as áreas da organização nas atividades de inovação. Até 2016 planejamos capacitar 100% dos associados em métodos e ferramentas de inovação bem como criar espaços dedicados para inovação em nossas principais filiais e em universidades.


Innovation Lab

Espaço criado em 2014, na UniAlgar, dedicado à geração e validação de novas ideias, além de soluções de problemas reais. Foi criado para estimular a colaboração e cocriação interna e externa; ser uma referência para empreendedores de startups, pesquisadores, inventores e outros centros de inovação; identificar oportunidades de novos negócios e soluções inovadoras e para difundir as metodologias de inovação usados no grupo Algar (Innovatrix, Canvas, Design Thinking, entre outros).

Inovação em números

24
turmas capacitadas com ferramentas de inovação = 569 associados

12
projetos aprovados no edital Inova Telecom = R$ 150 milhões, sendo R$ 22 milhões em recursos não reembolsáveis

32
protótipos em desenvolvimento

Investimentos relacionados à
inovação da ordem de
1,3%
da receita líquida.

300
ideias no PGI (Programa de
Geração de Ideias)

14
projetos do portfólio governados pelo PMO carimbados como inovadores

38
projetos submetidos ao RePNBL (suspensão de PIS/COFINS/IPI =
R$ 9,8 mi)

Receitas oriundas de produtos inovadores equivalentes a
20,2%
da receita bruta.


Desenvolvimentos Recentes

Projeto Algar OCS (Online Charging System):

Plataforma de pré-pago convergente para clientes de telefonia fixa e celular (VPN – Virtual Private Network). Processa serviços de voz, dados, SMS e MMS, sendo a primeira plataforma desta dimensão construída em todo o hemisfério Sul do Planeta Terra.

Projeto Automação URAs (Unidades de Resposta Audível):

Com tecnologia criada pela Algar Telecom, as URAs permitiram um índice de automação de 64% para as chamadas de clientes para a central de atendimento (contact center). Estas URAs permitem aos clientes terem serviços mais rápidos e práticos, com significativa redução de custo na operação de atendimento a clientes.

Projeto Algar NPP (Number Portability Project):

Mais uma tecnologia genuinamente brasileira. A tecnologia de Portabilidade Numérica, desenvolvida pela Algar Telecom, também é a única de sua natureza, em todo o hemisfério sul do planeta. Esta solução processa o serviço de Portabilidade Numérica para o tráfego de rede de telefonia fixa e celular da Algar Telecom. Foi integrada ao Cassandra (tecnologia de Banco de Dados criada e usada pelo Facebook) de forma a expandir o poder computacional da solução criada pela Algar Telecom, suficiente para processar todas as ligações do Planeta Terra, se necessário.

Projeto Algar SMSC (Short Message Service Center):

Solução para processamento de Short Messages para a rede celular móvel. As aplicações para envio de Short Message precisam da SMSC para entregar as mensagens na rede celular. Assim, este projeto permitiu criar a primeira plataforma de SMSC Brasileira e integrá-la à rede celular da Algar Telecom, com ganhos significativos de CAPEX e OPEX.



PMO

A Algar Telecom adota desde 2009 o PMO (Project Management Office) e credita o crescimento acima da média nos últimos anos à metodologia aplicada. Hoje, 52 projetos estão sob monitoramento do PMO e são potencializados ou descartados conforme a performance. As decisões mercadológicas são facilmente suportadas à alta administração por meio dos indicadores estabelecidos e do rigoroso acompanhamento.


IMO

Importante e inovadora estrutura de acompanhamento que dá movimento à organização e está focada em inovação é o IMO (Corporate Innovation Management Officer). Nessa gerência, os projetos que não estão incorporados no PMO por ainda estarem em processo de análise de viabilidade – como protótipos ou até mesmo ideias, passaram a ser coordenados em 2014 pela área. Além de estar atento às possibilidades de novos produtos e serviços, o IMO criou uma dinâmica capaz de revisitar todas as 3500 ideias inovadoras cadastradas na Companhia desde 2003 para verificar se há alguma mudança de cenário que a torne viável. Buscar formas e captações de recursos para desenvolver esses projetos é outro escopo dessa nova área, que somente em 2014 conseguiu aprovação em editais e instituições de fomento superior a R$ 150 milhões.


GMO

Outro fator de destaque na estrutura operacional é o GMO (Programa de Gestão de Mudança) que em um curto espaço de tempo conseguiu promover mudanças estruturais dentro da organização, facilitando a compreensão da estratégia e do papel de cada associado em busca da realização do planejamento e do alcance de metas.


Estratégia em Execução

Para facilitar essa comunicação, foi criado o programa Estratégia em Execução, focado na comunicação com os associados. Por meio dele, todos ficam sabendo do passo a passo dos principais projetos da Companhia e qual o impacto direto nos resultados financeiros e performance operacional. A Intranet e o desdobramento das lideranças são os principais meios de comunicação do programa.