Mensagem da Administração

Mensagem da Administração

GRI G4 1 | 2
Para crescer com
sustentabilidade
é preciso cultivar
pessoas

“O grupo Algar constrói Relacionamentos
Sustentáveis baseados na capacidade
genuína de servir, sendo ela um dos nossos
principais diferenciais competitivos”
Luiz Alexandre Garcia, CEO do grupo Algar

Há um provérbio chinês que diz “se você quer um ano de prosperidade, cultive trigo. Se você quer dez anos de prosperidade, cultive árvores. Se você quer cem anos de prosperidade, cultive pessoas”. Uma das nossas principais atividades é cultivar grãos, mas sabemos que é a maneira como construímos relações duradouras que nos permite crescer de modo sustentável. Nossa atuação depende de uma extensa quantidade de pessoas: produtores, vendedores, compradores, distribuidores, associados, trabalhadores indiretos e comunidade em geral, o que nos torna ainda mais atentos para a mútua criação de valor, sempre sob a ótica da ética e da sustentabilidade.

Confiamos que esse nosso jeito de fazer negócios, somado ao crédito do Grupo no setor, nos permitiu superar de forma otimista um ano tão desafiador como foi o de 2014. Enfrentamos as adversidades de mercado com a dedicação e a paixão das pessoas que fazem parte da nossa Empresa, fortalecemos o nosso time com a contratação de novos profissionais e promovemos ajustes internos e necessários para tornar a Algar Agro uma das 10 maiores empresas brasileiras do agronegócio até 2020.

O potencial que enxergamos na agricultura no Brasil e no mundo direcionam a nossa estratégia para a profissionalização do campo, por meio da excelência da operação, novos negócios e prospecção de parcerias. Para capturar este potencial, realizamos o spin-off da gestão dos negócios de agricultura e pecuária, criando assim a Algar Farming, empresa composta por oito fazendas, que totalizam mais de 24 mil hectares, localizadas em Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e Maranhão, produtora de commodities agrícolas – plantio e comercialização de grãos e criação de gado de corte.

Em linha com o nosso compromisso e confiança no segmento, realizamos investimentos relevantes em 2014, como o retrofit da planta de Uberlândia, que proporcionou melhoria da capacidade de processamento de soja; a internalização do processo de fabricação de embalagens PET do óleo de soja, reduzindo custos de terceirização; a construção de três novos armazéns com objetivo de gerar eficiência na movimentação de soja com destino ao processamento e exportação e, por fim, uma importante ação sustentável nas duas plantas de processamento, com a implantação de novas caldeiras para geração de vapor baseadas em fonte renovável de energia.

Somos hoje um importante player no varejo, sendo a quinta marca do Brasil em vendas de óleo de soja refinado, atrás somente de empresas globais. Na região Sudeste já estamos bem consolidados, e queremos fortalecer em 2015 nossa posição no mercado do Norte e Nordeste.

Como dissemos, pretendemos dobrar de tamanho nos próximos cinco anos face a nossa confiança e comprometimento com o desempenho positivo do agronegócio. Assim, entendemos que as adequações e ações adotadas nos dois últimos anos nos prepararam para começar 2015 com boas perspectivas.

Neste relatório, reunimos as informações competentes ao ano de 2014, perspectivas, nossa estratégia de atuação e a forma como fazemos negócios, acreditando no País e tendo como missão crescer junto com todos aqueles com quem interagimos, contribuindo para a melhoria da sociedade por meio do desenvolvimento do agronegócio e de relacionamento de valor.

Boa leitura!


Luiz Alberto Garcia
Presidente do Conselho de Administração

Leonardo Freitas
Diretor-superintendente