Voltar

Aprenda a ver o lado bom de estar solteiro

Momento é ideal para busca de autoconhecimento

05 de novembro de 2018 / Por: Redação

Você casa e espera passar o resto do dia com aquela pessoa. Com o passar dos anos, vai vendo que o relacionamento não é mais ou mesmo. Os objetivos e sentimentos mudam e isso é normal acontecer. Nessa hora, talvez a melhor opção seja seguir a vida sozinho. É possível ser feliz solteiro, basta você aprender a ver o lado bom desse novo status. Nós vamos te ajudar a enxergar como tudo pode seguir numa boa e na maioria das vezes, bem melhor do que era antes. Confira!

·Quando a gente fica solteiro é um momento ideal para aprendermos a reconectar com nós mesmos. Essa é a hora de buscar respostas que não são possíveis quando estamos em um relacionamento. Você vai poder fazer o que quiser, na hora que quiser, quando quiser.

·Por mais difícil que seja o término de um relacionamento, pense que por um tempo ele deu certo. Não foi à toa que passaram todo esse tempo juntos. Procure se lembrar dos momentos felizes que estiveram juntos. Esse exercício vai te ajudar a não guardar mágoas, só tome cuidado para não ficar preso no passado.

·Esse é um bom momento para descobrir o que está faltando na nossa vida. Às vezes ficamos muito presos ao relacionamento e esquecemos de ir atrás dos nossos sonhos.

·Mudanças são sempre bem-vindas. Não tenha medo delas. Agora você poderá adquirir novos hábitos, pense que isso tudo é uma grande oportunidade de conhecer coisas novas, aprender, viver novos projetos, viajar e muitas outras atividades que eram adiadas ou eram impossíveis de fazer em um relacionamento.

·Ser solteiro não é sinônimo de estar sozinho. Agora, você vai poder aproveitar muito mais sua família, amigos, fazer novas amizades e retomar as antigas. Viva sem pressa de encontrar uma nova pessoa. Esse é o momento de buscar autoconhecimento.

·Somente entre em um outro relacionamento se o seu coração estiver de fato aberto para isso. Caso o contrário, siga buscando o autoconhecimento. Quando a gente se conhece, nossa perspectiva do mundo e das pessoas mudam completamente.

Um turbilhão de sentimentos pode te devorar quando se chega ao fim de um relacionamento, seja um namoro ou casamento. Como encarar essa fase, de sofrimento inevitável, de forma positiva? É esta a reflexão que a Monja Coen nesse vídeo do Inspire Fundo. Confira!