Voltar

Japoneses inventam o sorvete que não derrete

O sonho de verão dos desastrados foi descoberto quase por acaso. Veja a história!

22 de novembro de 2017 / Por: Redação

Já estamos perto do Natal, logo em seguida vem o ano novo, as férias, o verão, o calor, os sorvetes derretendo e fazendo aquela bagunça... Opa, isso não! Tem uma novidade que pode acabar com essa parte de fazer lambança.

Pesquisadores do Centro de Pesquisa de Desenvolvimento de Bioterapia do Japão desenvolveram, por acaso, um sorvete não derrete. Sim! Mesmo exposto por mais de cinco minutos a uma temperatura de 28 ° C, o produto continuou gelado e sem alterar sua forma original.

Essa façanha, de acordo com Tomihisa Ota, professor emérito de farmácia da Universidade de Kanazawa, se deve a uma substância chamada polifenol, retirada do morango.

“O líquido de polifenol tem propriedades que dificultam a separação da água e do óleo, de modo que um sorvete que o contém pode manter a forma original do creme por mais tempo do que o habitual e ser difícil de derreter”, disse Tomihisa.

O próprio Centro de Pesquisa fabrica o sorvete que não derrete e o distribui para venda em lojas de todo o país, custando 500 ienes, cerca de R$14 reais cada.

DESCOBERTA POR ACASO?

Assim como as maiores descobertas da ciência, o sorvete que não derrete também surgiu por acaso.

O Centro de Pesquisa de Kanazawa estava fazendo testes com morangos da região para ajudar os produtores locais a se recuperarem dos grandes terremotos e tsunami de 2011. Como as frutas não estavam bonitas para o comércio, surgiu a ideia de usar o extrato de polifenol em algumas sobremesas.

A surpresa foi quando em contato com o polifenol, o creme de leite se solidificou imediatamente. O experimento para as sobremesas não deu certo, mas logo veio a ideia de usar o ingrediente nos sorvetes.

Obs: "Os polifenóis são uma classe de compostos bioativos encontrados nos vegetais com propriedades anticâncer, anti-inflamatórias e antioxidantes. As pesquisas, nas últimas décadas, apontaram para o papel dos alimentos funcionais na promoção da saúde e prevenção de doenças – nesse cenário, os polifenóis são peças chaves". (Veja a fonte)

E você? O que acha desse invenção?


Fonte: Brainstorm9 I Folha UOL