Voltar

App utiliza inteligência artificial e visão computacional para encontrar animais perdidos

CrowdPet foi criado pela empresa SciPet que é orientada pela da Unicamp

02 de março de 2018 / Por: Redação


Inteligência artificial e visão computacional, essas duas tecnologias estão sendo usadas para encontrar animais perdidos. A novidade está disponível no aplicativo CrowdPet e promete ajudar milhares de famílias que sofrem com a perda dos seus bichinhos.

O App foi criado pela empresa SciPet ,que é orientada pela incubadora Inova, da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). A ferramenta funciona da seguinte forma: cruza os dados das fotos cadastradas pelos tutores no app e imagens dos animais que foram encontrados na rua.

“O aplicativo faz a ligação entre as duas fotografias, por meio de métodos computacionais de reconhecimento visual e rastreamento por geolocalização do local onde foi feita a imagem do animal perdido”, afirmou Fabio Rogério Piva, CEO da empresa e doutor em ciência da computação pela Unicamp.

E parece que o app vai realmente ser um sucesso. Isso porque o modelo da ferramenta conseguiu uma assertividade de 99%. O CEO contou ainda que mesmo que alguém fotografe pessoas e objetos, o sistema irá barrar o cadastro.

O CrowdPed deve ser usado também pelas prefeituras para mapear e monitorar os animais de rua. A cidade de Vinhedo (SP) já está utilizando o app e de acordo com Piva, outras prefeituras devem se tornar parceiros. A parceria deve viabilizar que o aplicativo seja utilizado por usuários gratuitamente.

“Com a intermediação de prefeituras, o CrowdPet poderá ser oferecido gratuitamente à população”, afirma o pesquisador, que também tem o apoio da Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo). Até o fim do primeiro semestre deste ano, 2.000 animais devem ser cadastrados no sistema.

A ideia do empreendedor é expandir as funcionalidades do CrowdPed. Ele terá uma área para ONGs de proteção animal, cadastro de voluntários, animais para adoção e espaço para oferecimento de recompensas para quem encontrar um pet perdido.


Fonte:  Catraca Livre